Projetos

Energias Renováveis e Eficiência Energética

OSTSEV

Otimização da variação de curto prazo na energia solar

Embora o Brasil tenha um grande potencial para gerar energia fotovoltaica, a produção efetiva de energia varia significativamente de acordo com a hora do dia, o clima e estação do ano. Portanto, é necessário desenvolver sistemas de armazenamento e soluções inteligentes para compensar estas flutuações e garantir a estabilidade da rede elétrica. O projeto leva em conta variáveis como a demanda de energia e as horas de pico de abastecimento, especialmente nas grandes cidades do Brasil, para assim fornecer uma solução que torna a geração PV (fotovoltaica) mais rentável no contexto brasileiro, e contribui para a expansão do mercado de energia solar no país.

Células fotovoltaicas instaladas no IMuK em Hanover para medir o desempenho de PVsob diferentes ângulos.
Células fotovoltaicas instaladas no IMuK em Hanover para medir o desempenho de PVsob diferentes ângulos.
Parte do Projeto de cooperação bilateral: Inovações para o desenvolvimento sustentável – Novas Parcerias (NoPa)
Financiado por
  • Ministério Federal para a Cooperação Econômica e o Desenvolvimento (BMZ)
  • Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério de Educação do Brasil (CAPES)
Parceiros
  • Instituto de Meteorologia e Climatologia – Universidade Leibniz Hannover (IMUK)
  • Instituto do Mar (IMAR), Universidade Federal São Paulo (UNIFESP)
Duração 12/2015 ~ 07/2018

download do factsheet